Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someone

Eletroneuromodulação Periférica Percutânea

É uma técnica moderna onde se faz estimulação elétrica através de finas agulhas em locais do sistema nervoso periférico com o objetivo de promover mudanças no funcionamento tanto do sistema nervoso periférico como do sistema nervoso central. Essa mudança de funcionamento do sistema nervoso está sendo chamada na medicina atual de neuromodulação.

Eletroneuromodulação Periférica

É importante ressaltar que o sistema nervoso regula todas as funções do corpo, da mente e as emoções. Outros sistemas de regulação do corpo, como o endócrino (hormônios) e o imunológico (defesa) são coordenados pelo sistema nervoso, que é o “grande mestre” de tudo. Portanto, o funcionamento adequado do sistema nervoso é fundamental para que nosso corpo e emoções estejam dentro da normalidade.

A eletroneuromodulação periférica percutânea está indicada no tratamento de pacientes com manifestações de estresse, dores crônicas ou agudas, como, por exemplo, dores de cabeça, enxaqueca, dores no pescoço, neuralgias do trigêmeo, neuralgia pós-herpes zoster e neuropatias periféricas (dor e queimação nas pernas e pés, mãos).

Esse procedimento promove o alívio da dor e queimações, redução das inflamações, relaxamento muscular, relaxamento mental e regulação de diversas funções do corpo. Melhora diversos distúrbios de funcionamento dos sistemas do corpo, tais como: digestivo, urinário, musculoesquelético e respiratório.

A escolha do local a ser estimulado, da profundidade de inserção das agulhas, da intensidade de corrente a ser aplicada, do tempo de estimulação e da frequência das sessões dependerá sempre da avaliação do médico treinado para a execução desse procedimento, considerando a história clínica e exame físico do paciente, o diagnóstico e dos resultados que se pretende alcançar com o tratamento planejado e executado.

Na Clínica Alecrim, este recurso terapêutico estará presente em quase todos os tratamentos. Essa técnica consolida  o uso dos conhecimentos da neurociência em beneficio do paciente. Você percebeu que com esse procedimento promove-se o resgate do funcionamento normal do corpo sem que o paciente precise tomar ou receber injeção de nenhum medicamento?

A Dra. Jerusa Alecrim acha isso incrível, e você?